Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Defesas > Defesa de Dissertação de Lorrene Andrade Lima de Carvalho
Início do conteúdo da página

Defesa de Dissertação de Lorrene Andrade Lima de Carvalho

Última atualização em Sexta, 04 de Agosto de 2023, 21h34 | Acessos: 334

Defesa de Dissertação de Mestrado

 

Lorrene Andrade Lima de Carvalho

 
 
Obstáculos epistemológicos, erros e dificuldades: Concepções de professores de Matemática
 
Visando discutir as concepções de professores de Matemática acerca dos termos obstáculos, erros e dificuldades desenvolvidos por estudantes durante o processo de aprendizagem da Álgebra, o presente estudo tem como objetivo responder às seguintes perguntas de partida norteadora dessa pesquisa: Quais as concepções dos professores de Matemática sobre os termos: obstáculo, erro e dificuldade? Quais razões e/ou origens dos erros os professores atribuem aos estudantes no estudo da Álgebra? Para alcançarmos nosso objetivo, buscamos identificar e analisar tais concepções a partir da aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas e individuais com cada professor participante. Os referenciais teóricos adotados nessa pesquisa foram Gaston Bachelard (1996), filósofo e epistemólogo responsável por introduzir a noção de obstáculo epistemológico no ensino da Matemática, Guy Brousseau (1996), matemático francês responsável por pesquisar sobre a didática matemática, em especial, a Teoria das Situações Didáticas e Gérard Vergnaud (1990), psicólogo e matemático responsável pelas pesquisas da Teoria dos Campos Conceituais. Em relação ao questionário aplicado, ele foi dividido em três partes: Parte A, que buscou analisar o perfil do docente; Parte B, em que tivemos como base os trabalhos de Gagatsis e Kyriakides (2000) como inspiração para elaboração das perguntas fechadas, por meio de uma escala likert, para compreender as razões dos erros dos estudantes na visão dos professores. E parte C, que consistiu em perguntas abertas (discursivas), nas quais tivemos como base o trabalho de Kikuchi (2012) para compreender, a partir dos modelos de respostas dos estudantes em questões que envolvem a Álgebra, como os professores identificam ou não as razões e origens dos erros e das possíveis dificuldades dos estudantes. Em relação à entrevista semiestruturada, as respostas foram identificadas e separadas em unidades de análise e, posteriormente, foram categorizadas a partir da análise de conteúdo segundo Bardin (2002). Os resultados da análise dos dados indicaram que, de maneira geral, os docentes não estão familiarizados com o conceito de obstáculo, ou seja, desconhecem que o obstáculo é inerente ao próprio conhecimento e atribuem às razões para a ocorrência dos erros exclusivamente ao estudante, acreditando que as principais razões estão atreladas à falta de conhecimento, compreensão, interpretação e ao domínio dos conteúdos básicos da matemática.
 
Palavras-chave: Obstáculos Epistemológicos; Bachelard; Erros; Dificuldades; Ensino da Matemática.
 
Banca Examinadora
Juliana Machado, Orientadora
Elizandro Maurício Brick, PPGECT/UFSC
Sheila Cristina Ribeiro Rego, CEFET/RJ
Tarliz Liao (suplente, UNIRIO)
 
Local, data e horário:
28/08/2023 (segunda-feira)
Auditório V - Bloco E (CEFET/RJ)
14h
Fim do conteúdo da página