Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Convênios e Parcerias
Início do conteúdo da página

Convênios e Parcerias

Última atualização em Sexta, 03 de Abril de 2020, 15h31 | Acessos: 1395

Os docentes do Programa de Instrumentação e Óptica Aplicada mantém convênios formais ou parcerias com as seguintes instituições/laboratórios:

Intercâmbios Internacionais:

 
O CEFET/RJ firmou parceria com as seguintes instituições dos seguintes países:


Portugal:

FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto;
IPB – Instituto Politécnico de Bragança;
IPP – Instituto Politécnico do Porto;
IPG – Instituto Politécnico da Guarda;
IPV – Instituto Politécnico de Viseu;
IPC – Instituto Politécnico de Coimbra;
IPVC – Instituto Politécnico de Viana do Castelo;
IPT – Instituto Politécnico de Tomar;
IPSantarém - Instituto Politécnico de Santarém;
IPPortalegre - Instituto Politécnico de Portalegre;
Universidade de Lisboa.

Itália: Universitá de Pisa.

Argentina: UNVM – Universidad Nacional de Villa María.

França: Université de La Rochelle; Université de Strasbourg e Université de Lille.

Espanha: Universidad de Jaén e Universidad de Valladolid.

Os intercâmbios internacionais são decorrentes de cooperações estabelecidas pelos docentes inclusive durante estágios de pós-doutorado no exterior. Estes se refletem em co-autorias em produções bibliográficas e nas equipes dos projeto de pesquisa do programa. Abaixo uma relação das cooperações/ intercâmbios por docentes:

  • O docente Alexandre Bergantini de Souza mantem colaboração com pesquisadores Prof. Dr. Ralf I. Kaiser, Dr. Andrew Turner, Dr. Santosh Singh e Dr. Cheng Zhu,da University of Hawaii, na área de "Estudo da síntese abiótica de moléculas orgânicas complexas em nuvens moleculares frias e em regiões de formação estelar". Em outra frente, colabora com o pesquisador Dr. Marko Förstel, da Technische Universität Berlin, na área de Laser Molecular Spectroscopy.

 

  • A docente Ana Lucia Ferreira de Barros tem cooperação com a National Aeronautics and Space Administration, NASA AMES, Estados Unidos, na área de astrofísica do sistema solar, desde outubro de 2016. Tem cooperação com o Grand Accelerateur National The Ions, GANIL, França, na área de processos de colisão e interações de átomos e moléculas, desde 2011. Tem cooperação com a Technische Universiteit Eindhoven, TU/E, Holanda, na área de instrumentação, desde 2009. Desde 2017 vem interagindo com docentes das seguintes instituições em publicações: o Advanced Materials Institute of BIN Convergence Technology (BK21 Plus Global) and Department of BIN Convergence Technology, na República da Coreia, com o Center of Research Excellence in Corrosion, Research Institute King Fahd University of Petroleum and Minerals na Arabia Saudita, como Department of Mechanical Design and Production Engineering da Universidade de Zagazig no Egito e o Advanced Materials Laboratory, Central Leather Research Institute na Índia.

 

  • O docente Andres Pablo López Barbero tem cooperação com o INESC Porto/Portugal desde 2009. 

 

  • A docente Maria Aparecida Gonçalves Martinez tem cooperação com a Southern Methodist University (SMU) naárea de óptica integrada, desde 2012. Tem cooperação com o INESC Porto/Portugal, na área de sensores ópticos remotos desde 2009.

 

  • A docente Maria Thereza Miranda Rocco Giraldi tem cooperação com o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC/Portugal) e com a Universidade do Porto/Portugal na área de sensores ópticos remotos, desde 2007. A Prof Maria Thereza já coordenou 3 projetos formais de Cooperação Internacional (CAPES, CNPq) e já participou de uma banca de doutorado no KTH na Suécia.

 

  • O docente Ricardo Marques Ribeiro tem cooperação com a Télécom Bretagne/França na área de Fotônica e Microondas, desde 2013. Tem cooperação com o INESC Porto/Portugal, na área de sensores ópticos remotos, desde 2009.

 

  • O docente Diego Barreto Haddad tem publicado com Lee Bowon (INHA, Coreia do Sul). Em 2018, publicou com os noruegueses Christopher Dahlin Rodin, Tor Arne Johansen e Rune Storvold. Tem estabelecido contatos para pesquisa conjunta com os romenos Constantin Paleologu e Silviu Ciochina.

 

  • O docente Vinicius Nunes Henrique Silva rem cooperação científica com o Dr. Luiz Anet Neto da Orange Labs em Lannion (França), com o Prof. Dr. Hani Al Hajjar da Universidade de Tecnologia de Compiègne (França) e com Prof. Dr. Jean-Louis de Bougrenet de La Tocnaye da Télécom-Bretagne situada em Brest (França).

 

  • O docente Maurício Henrique Costa Dias tem cooperação com o Institut Polytechnique de Grenoble na área de teoria eletromagnética, micro-ondas, propagação de ondas e antenas, desde 2013

 

  • O docente Geraldo Roberto Carvalho em grande interação com pesquisadores do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP), Lisboa – Portugal, desde 2014, e realizado estadias em várias universidades e institutos de pesquisa, em particular com o Cern (European Organization for Nuclear Research),na área de desenvolvimento de sensores e detectores e automação de sistemas de medidas.



Intercâmbios Nacionais:


O PPGIO é um programa em associação que nasceu da intensa cooperação acadêmica e científica na área de Instrumentação e Óptica Aplicada, entre docentes do CEFET/RJ, UFF, CBPF e IME, nos últimos 16 anos.

No que tange à interação com a Indústria, os docentes do Programa participam em projeto junto ao Centro de Pesquisa da Petrobras (CENPES). As empresas trazem problemas complexos que demandam a aplicação do método científico para sua resolução. Os alunos interessados em participar desses problemas podem desenvolver temas de doutorado. A partir dos projetos são oferecidas bolsas de pesquisa para alunos, tornando o ciclo de pesquisa virtuoso. Por fim, os resultados podem tanto se transformar em artigos científicos quanto serem absorvidos pela empresa associada.

Os intercâmbios nacionais resultaram em projetos de pesquisa em cooperação com financiamento de agências de fomento nacionais e internacionais, artigos em conferências nacionais e internacionais em co- autoria, artigos em periódicos internacionais em co-autoria e a co-orientação de alunos de mestrado e doutorado. Abaixo uma relação das cooperações/ intercâmbios nacionais dos docentes do programa:

  • O docente Alexandre Bergantini de Souza participa do projeto "Evolução química de gelos astrofísicos sob efeito de raios cósmicos e radiação", em parceria com a Profa. Dra. Diana Paula Andrade e outros pesquisadores do Observatório do Valongo-UFRJ.

 

  • A docente Ana Lucia Ferreira de Barros tem cooperação com a Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ), Valongo/ UFRJ e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) na área de Física Atômica e Molecular desde 2006. É fundadora do Laboratório de Física Experimental e Aplicada, onde desenvolve pesquisa desde 2006. Possui propostas de medidas submetidas ao Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) com o grupo do IQ/UFRJ, Valongo/UFRJ e CEFET/RJ. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1De Cientista do Nosso Estado/FAPERJ.

 

  • O docente Andres Pablo López Barbero tem cooperação com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) na área de sensores a fibra óptica, desde 2013. Tem cooperação com o UFPA, UFES, IME, CEFET/RJ na área de sensores ópticos remotos, desde 2009. Tem cooperação com o IME, UFES, UFPA na área de comunicações estratégicas desde 2006.

 

  • A docente Maria Aparecida Gonçalves Martinez tem cooperação com o IME na área de óptica integrada, desde 2012. Tem cooperação com a UFPA, UFES, IME, UFF na área de sensores ópticos remotos desde 2009.

 

  • A docente Maria Thereza Miranda Rocco Giraldi tem cooperação com a UFPA, CEFET/RJ, UFES, IME, UFF na área de comunicações ópticas, desde 2007. Tem cooperação com a UFF, UFES, UFPA na área de comunicações estratégicas desde 2006. A Profa. Maria Thereza é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.

 

  • O docente Ricardo Marques Ribeiro tem cooperação com a UFPA, UFES, IME, CEFET/RJ na área de sensores ópticos remotos, desde 2009. Tem cooperação com o IME, UFES, UFPA na área de comunicações estratégicas desde 2006. O Prof. Ricardo Marques Ribeiro é bolsista de produtividade Técnologica do CNPq.

 

  • O docente Diego Barreto Haddad tem continuamente publicado com professores da UFRJ: Mariane Rembold Petraglia, Wallace Alves Martins, Markus Lima, Luiz Wagner Pereira Biscainho, desde 2010. Também tem publicado com o professor Marcos Bacis Ceddia (da UFRRJ).

 

  • O docente Maurício Henrique Costa Dias tem cooperação com o IME na área de teoria eletromagnética, micro-ondas, propagação de ondas e antenas desde 2003. Desde 2012, tem cooperação com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx) na mesma área, no escopo do programa de desenvolvimento tecnológico do Rádio Definido por Software do Ministério da Defesa.

 

  • O docente Paulo Acioly Marques dos Santos mantem colaboração com o laboratório de Óptica e Mecânica do departamento de Engenharia Mecânica da UFF, com o Laboratório de Óptica Aplicada do Departamento de Física Experimental da USP e com o Laboratório de Óptica do ICEx, UFF Campus de Volta Redonda.

 

  • O docente Geraldo Roberto Carvalho Cernicchiaro, do CBPF, foi credenciado como docente colaborador no PPGIO no início do ano de 2017. Tem cooperação com o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), o INMETRO e a Embrapa, na área de desenvolvimento de sensores e automação de sistemas de medidas.

 

  • O professor Hypolito José Kalinowski foi credenciado como docente permanente no PPGIO em fevereiro de 2017. O Prof. Kalinowski é bolsista de produtividade em pesquisa nível 1B do CNPq e mantém colaboração com várias instituições. No Brasil destacam-se a UTFPR, de onde se retirou em 2016 mas mantendo vínculo voluntário, e aquelas co-participantes em projetos de pesquisa como, p.ex., UEPG, PUC-PR, UFCG e UFPR. Em 2019 uma estudante de doutorado do PPGIO, orientada pelo prof. Kalinowski, realizou um breve estágio na UTFPR para domínio de técnicas de produção de redes de Bragg em fibra ótica. Um segundo estudante, orientado pelo prof. Vinicius Silva, também participou desse tipo de treinamento na UTFPR com a intermediação do prof. Kalinowski.

 

  • O docente Vinicius Nunes Henrique Silva tem cooperação com o professor Thiago Vieira Nogueira Coelho da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) na área de sensores a fibra óptica desde 2013, com Prof. Dr. Leandro Alcoforado Sphaier do Departamento de Engenharia Mecânica da UFF em sensores para processos fermentativos, com o Prof. Dr. Fernando Cunha Peixoto do Departamento de Engenharia de Petróleo da UFF emsensores óticos para medidas de amargor, com a Profa. Dra. Sorele Batista Fiaux da UFF em medidas de viabilidade celular em levedura por redução do azul de metileno e com o Prof. Dr. Gustavo Lira da UFRRJ em medidas de evapotranspiração por triangulação de potências óticas.

 

  • Prof. Gilvan Augusto Alves - Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D. Atualmente é Pesquisador Titular III do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, Coordenador do ICRA/CBPF, Líder do grupo de pesquisa CMS do CBPF e Cientista do Nosso Estado/FAPERJ. Foi Coordenador do Laboratório de Física Experimental de Altas Energias do CBPF (2009-2013), representante da região quatro (América Latina e outros países) no International Committee for Future Accelerators (ICFA) e no International Linear Collider Steering Committee (ILCSC) entre 2011-2013. Possui colaborações com o grupo de altas energias também possui colaborações nacionais com universidades e centros de pesquisa em todo o Brasil. Como exemplo citamos colaborações com as universidades USP, UNICAMP, UFRJ, UFF, CEFET/RJ, UFRGS, etc.

 

  • O Prof. Alexandre Bergantini de Souza, bolsista de produtividade do CNPQ (nível 2), que atua nas áreas de instrumentação, espectroscopia de infravermelho, espectrometria de massas por tempo de voo, e evolução química de ambientes astrofísicos. Destaca-se, ainda, pela colaboração com pesquisadores do Observatório do Valongo-UFRJ, no estudo da "Evolução química de gelos astrofísicos sob efeito de raios cósmicos e radiação", em especial com a Profa. Diana Paula Andrade.

 

Além disso, há parcerias com pesquisadores externos ao programa, algumas das quais a seguir elencadas

Programa de Engenharia Elétrica (PGEE) – IME
Programa de Engenharia de Defesa (PGED) – IME
CETUC (PUC-Rio)
Centro Tecnológico do Exército
Laboratório de Semicondutores (PUC-Rio)
Programa de Engenharia Elétrica (PUC-Rio)
NESER – Núcleo de Estudos em Sistemas de Energia Renovável (CEFET/RJ)
Laboratório de Inteligência Computacional Aplicada (PUC-Rio)
Universidad Del Pacifico
Programa de Linguística (UFRJ)
SMT (UFRJ)
PADS (UFRJ)

Fim do conteúdo da página