Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Apresentação
Início do conteúdo da página

Apresentação

Última atualização em Quarta, 05 de Setembro de 2018, 15h41 | Acessos: 492

O CEFET / RJ é uma Instituição Federal de Ensino Superior, que possui quase 100 anos de história e que ao longo dos anos estabeleceu identidade própria associada ao desenvolvimento tecnológico e à formação de profissionais reconhecidos pela sociedade e, em especial, pelos segmentos da indústria regional . A contribuição para a formação de profissionais de engenharia, em particular, tem sido uma experiência de sucesso por trinta anos.
Em relação aos cursos tradicionais de Engenharia Mecânica, o curso ministrado no CEFET / RJ apresenta uma sólida base na área de Materiais. Os alunos deste curso, muitos dos quais participam de programas de pesquisa na Instituição, como o PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do CEFET / RJ, avaliado pelo CNPq entre os 5 melhores do país), têm sido desde o início do programa. É claro, em 2008, os principais interessados ​​em desenvolver dissertações de mestrado, que propõem a integração entre essas duas áreas e, assim, continuar sua formação.
O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica e Tecnologia de Materiais (PPEMM) tem como objetivo formar profissionais capazes de compreender, analisar, sintetizar e refletir criticamente de forma multidisciplinar. A proposta do PPEMM permite contribuir para a formação de doutores e mestres capazes de atuar em atividades de pesquisa e ensino em disciplinas envolvendo a integração da área de Materiais com Mecânica. Essas são áreas fortemente interconectadas, cujo conhecimento avançado se torna essencial para abordar uma variedade de questões de engenharia. No momento atual que atravessa o Brasil, com a necessidade do país de se firmar como líder mundial em desenvolvimento científico e tecnológico, há uma forte demanda tanto na academia quanto na indústria por esse tipo de perfil acadêmico.
O CEFET / RJ está estrategicamente localizado, o que pode ser um facilitador tanto para os alunos quanto para o desenvolvimento da própria pesquisa, considerando a possibilidade de parcerias com a indústria e outras instituições de pesquisa.

Fim do conteúdo da página